Quem sou eu

Minha foto
Acredito que o coração humano é o solo mais fértil que existe, no qual podemos plantar e colher estrelas... Acredito que as palavras são sementes preciosas. Acredito que a eternidade nos pertence desde sempre, pois dela viemos e para ela voltaremos. É muito bom saber que somos companheiros de viagem.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

CRIANÇAS

***

“É dever dos homens zelar pelas crianças

Que nos miram com fábulas nos olhos

Em sua incrível aventura de pão e chocolate.

Pois se assim não for,

As mãos serão formas inúteis

E o amor será apenas uma palavra.

Neste exato instante,

Há uma criança abandonada pelas ruas.”...

Letra: Armando T. Gomes

Tradução: Fátima Guerra

14 comentários:

  1. Mell querida, bela postagem a sua que chema a atenção da população para a realidade.

    Saudades do Zé Carlos

    ResponderExcluir
  2. Fátima,

    Quanto descaso, quanta tristeza.
    Como sofrem as crianças!
    Elas só precisam de um pouco de alegria, um pouco de carinho, um pouco de atenção.

    Venha se indignar, assim como eu!
    Te espero em meu blog.

    Um abraço, te adoro!

    ResponderExcluir
  3. Bom alvorecer!
    Estava com saudades de vc!
    Sabia que sua presença no blogosfera é super importante...quando te afastas sinto logo...
    Vc sempre nos traz alguma coisa que nos faz mais fascinada pela escrita.Sua post de hj nos mostra esse descaso que existe com as crianças...
    bjs de final de semana !

    ResponderExcluir
  4. Te amo!! Tenha um lindo fim de semana, querida Fátima, Coração de Mellís Radiante.

    Beijos, carinho

    ResponderExcluir
  5. Daqui a alguns anos estará mais arrependido
    pelas coisas que não fez do que pelas que fez.
    Solte as amarras! Afaste-se do porto seguro!
    Agarre o vento em suas velas!
    Explore! Sonhe! Descubra!

    (Mark Twain)

    Beijos & Flores.....M@ria

    ResponderExcluir
  6. Mellíss, crianças são frutos da generosidade de Deus... Triste vê-las perderem o encanto e o direito de amadurecerem com dignidade.

    Beijo grande, flor!

    Com amor,

    Cirse

    ResponderExcluir
  7. Bom domingo minha querida amiga!
    Hoje vim te convidar para passar no meu blog que tem assunto de sobra,kkkkk,só para conhecer minha história de vida que se encontra no ping pong da Emiliana Vaz:
    http://historiasdeemilia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Uma das maiores tristezas que alguém pode sofrer é o abandono. Se sofrem os homens, com maior capacidade de assimilação, as perdas que a vida lhes impõe, o que poderíamos dizer das crianças?

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. É preciso guardar em nossa alma um pouco da criança que já fomos...

    Eu sou aquela criança que um dia
    Evitaste olhar,
    Por teres talvez medo
    De sentir compaixão.
    Mas eu, criança que sou,
    Tenho mais coragem que tu,
    E me compadeço
    De tua falta de compaixão.


    Obrigado, Mellíss, por mais esta inspiração, Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá poetisa Fátima, desejo que tudo esteja bem contigo!

    Infelizmente os homens priorizam a própria vaidade. No momento em que entender que a vaidade é a ruína da raça humana, talvez ele perceba que o futuro depende do presente, e pra ser sincero, não creio que temos um presente com a necessária solidez pra trilhar os caminhos do futuro!
    Mas, ainda assim tenhamos esperança neste ser que se diz inteligente!
    Estava com saudades de teus escritos, e já que por cá estou, e sempre grato por tuas generosas visitas e comentários, além da tua amizade eu deixo como sempre meu desejo de que você e todos ao teu redor tenham um viver intenso e feliz, um grande abraço e até mais

    ResponderExcluir
  12. Oi, querida Fátima, Coração de Mellíss,

    Voltei para te oferecer um buquê de flores rosadinhas, assim como um dia você me preencheu o coração com esse mimo:) Imagine muitas margaridinhas rosadas com iridiscências platina, que eu pouso em seu coração, enquanto a brisa suave entra pela sua janela...

    Já estou no aguardo de seu próximo poema.

    Beijos, com carinho
    Madalena (sempre contigo)

    ResponderExcluir
  13. Fátima, amiga querida!
    Que belíssima escolha nos apresenta aqui, alertando para o valor das crianças e o quanto elas merecem nosso amor!
    Tudo de bom para si, amiga! Força, energia de criança permaneça no seu espírito lindo e generoso!
    Beijinho
    Quicas

    ResponderExcluir
  14. Oportuníssimo,madrinha Mammy Blue Melliss,amei o post , por falar em amar,merci pelo poema menino,amei e poste!

    bzuz

    viva la vida

    ResponderExcluir

Musica